Principais Cortes Bovinos Utilizados no Churrasco

Última modificação: 19/01/2021

Principais Cortes Bovinos Utilizados no Churrasco

Grande parte dos brasileiros gostam e costumam fazer churrasco periodicamente. Seja pela apreciação da carne, ou mesmo pela reunião de pessoas, o churrasco é um dos eventos preferidos para a reunião de pessoas. Cada pessoa possui o seu jeito de assar a carne e também o seu corte preferido. No entanto, se você é um churrasqueiro de primeira viagem, será difícil selecionar a sua carne preferida para o evento, uma vez que a carne bovina conta com dezenas de cortes diferentes, cada um com uma recomendação diferente. Diante disso, vamos apresentar a seguir os principais cortes bovinos para o churrasco, assim como uma breve descrição destes cortes e uma sugestão para o corte.

Picanha

A picanha certamente é o corte preferido dos brasileiro e um dos mais utilizados nos churrascos. Desta forma, a picanha é uma aposta certa para o seu churrasco. Com um dos sabores mais marcantes entre as carnes e uma camada generosa de gordura, a picanha é a parte que antecede o coxão duro.

De uma forma geral, as picanhas pesam entre 1 e 1,5kg, e você pode identificar a picanha contando as veias presentes na peça. Partindo da ponta, a partir da terceira veia temos o coxão duro. Então, fique de olho para não levar coxão duro para a casa, uma vez que o preço e maciez da carne são totalmente diferentes!

Contrafilé

Outra aposta certeira para o seu churrasco é o contrafilé. Aliás, o contrafilé é uma das melhores apostas para a grande maioria dos pratos, uma vez que encontramos o contrafilé em PFs, parmegianas e churrascos. Isso acontece porque o contrafilé é uma das maiores regiões do boi, começando no pescoço do boi (no acém)) e termina próximo da traseira do boi, na alcatra. Em virtude disso, o contrafilé apresenta diversos cortes diferentes, sendo alguns muito recomendados para churrasco. Vejamos os principais a seguir:

  • Bife ancho: O bife ancho é um dos mais conhecidos cortes argentinos do contrafilé, e no Brasil também pode ser encontrado como filé de costela. Este corte é obtido da porção superior do contrafilé, a partir das cinco primeiras vértebras. É amplamente utilizada nos churrascos porque é uma região muito irrigada, com um teor elevado de gordura marmorizada, o que confere sabor, maciez e suculência para a carne.
  • Bife de chorizo: O bife de chorizo é outro corte conhecidíssimo da Argentina, sendo também muito bem recomendado para os churrasqueiros. Mesmo sendo retirado da mesma peça, o bife de chorizo é retirado da região central do contrafilé, o que lhe confere características (como sabor e textura) diferentes. O bife de chorizo apresenta uma maior quantidade de gordura lateral, garantindo umidade e suculência e umidade para as fibras expostas ao fogo.
  • Prime rib: De uma forma prática, o prime rib pode ser entendido como um bife ancho ainda ligado ao osso. Desta maneira, a carne apresenta todas as características que já citamos para o bife ancho, e conta também com o osso da costela. Desta maneira, é uma ótima pedida para os churrascos, visto que o osso favorece o cozimento mais rápido e uniforme ao longo da peça. Muito similar ao prime rib temos também o Tomahawk, que é o mesmo corte, com o osso maior que o prime rib.

Ainda existem vários outros cortes provenientes do contrafilé, como o T-bone e a Bisteca Fiorentina, mas não vamos prolongar tanto o contrafilé, já que podemos explorar mais cortes excelentes! Para todos estes cortes citados acima, destacamos ainda a importância da espessura: procure sempre por bifes largos, que apresentem uma espessura entre 1 e 2 dedos. A espessura será importante para que a carne não fique enrijecida.

Fraldinha

Os hambúrgueres são cada vez mais populares nos churrascos dos brasileiros. Apesar de cada pessoa possuir uma combinação de carnes diferente, assim como maneiras diferentes de preparar o hambúrguer, a fraldinha é sempre uma ótima pedida, uma vez que conta com sabor e uma quantidade de gordura (cerca de 30%) ideais para a preparação de um bom hambúrguer. Além disso, a fraldinha também fica ótima quando assada inteira, pelos mesmos motivos que a fazem boa para a produção de hambúrguer.

Costela

Apesar de apresentar um grau de dificuldade maior para ser assada corretamente, a costela é um dos cortes mais apreciados no Brasil. Afinal, o sabor da costela é muito marcante e, quando bem preparada, a maciez pode fazer com que ela desmanche na boca. No entanto, preparar uma costela não é tarefa fácil. Isso porque a costela requer um tempo maior na churrasqueira, que deve apresentar braseiro baixo. Além disso, as costelas podem ser assadas em diversos tamanhos diferentes, e quanto maior o tamanho, maior será o tempo para assá-la. Portanto, você precisará se programar para finalizar a costela na hora certa!

Encontre os melhores açougues da região no AZpop

Como você já deve ter percebido, opções não faltam para quem deseja preparar um bom churrasco. No entanto, uma carne assada é dependente de três fatores principais: qualidade do animal, qualidade do corte e qualidade do processamento. Por processamento podemos entender todas as etapas que são dependentes de nós, ou seja, temperar e assar corretamente a carne. Já as outras duas etapas são dependentes dos açougues e dos açougueiros, e terão grande impacto no resultado final. Desta maneira, é importantíssimo selecionar um açougue de qualidade, que ofereça um produto de excelência para um grande sucesso do seu churrasco.

Somente no AZpop você encontra os melhores açougues da sua cidade, de uma maneira prática, simples e rápida. Além disso, ao selecionar o açougue preferido você entrará em contato diretamente com o WhatsApp do comerciante, que poderá verificar o seu pedido com velocidade e qualidade no atendimento. Com isso, o seu churrasco sairá ocorrerá da melhor maneira possível! Clique sobre a sua cidade e encontre os melhores açougues da região! Curitiba, Porto Alegre, Guarulhos, Campinas, São Luís, São Gonçalo, Maceió, Duque de Caxias, Campo Grande, Natal.